Proposições tratavam de temas prioritários à mandata da vereadora, como o enfrentamento à violência de gênero, educação antirracista e renda básica

A vereadora Dani Portela aprovou 11 emendas à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), votada na manhã desta segunda-feira (13), no plenário da Câmara dos Vereadores do Recife. O texto recebeu, ao todo, 179 propostas de emendas pelo corpo de vereadoras e vereadores da cidade, sendo 27 delas aceitas.

De acordo com Dani, as suas propostas de emendas tinham como objetivos aprimorar a redação do projeto original enviado pela prefeitura; além de acrescentar às diretrizes de ação da gestão atual alguns dos temas prioritários de sua ação parlamentar como o enfrentamento à violência de gênero, à violência política contra as mulheres e ao feminicídio. Também foram contempladas ações para reduzir os casos de morte materna, promover a igualdade de gênero, a educação antirracista e renda básica para a população.

“Quando construímos as nossas emendas, tomamos a decisão de fazê-las do modo mais inclusivo possível, focando nos grupos ditos minoritários. Acreditamos que a nossa mandata precisa demarcar quem são as pessoas que mais precisam das políticas públicas”, explica Portela. Ao que completa: “Políticas públicas são feitas exatamente para quem precisa de acesso a serviços públicos para tornar suas vidas melhores, e assim tornar a cidade do Recife melhor para todas e todos”.