Oi, eu sou Dani Portela.

Eu sou filha da redemocratização do Brasil, mulher negra e mãe de Alice e Jorge. Digo isso sempre quando conto a minha história, porque ela se confunde com as consequências que a Ditadura Militar trouxe para a vida de várias pessoas. Sou filha por adoção de um ex-preso político da ditadura militar brasileira.

Fui ensinada desde cedo que tudo que eu aprendesse na vida, teria que ser partilhado com a comunidade. Por isso eu me formei alfabetizadora pelo Método Paulo Freire ainda na adolescência, como historiadora e advogada popular, atuo na defesa dos direitos das mulheres.

Aplausos e reforço à luta: trabalhadoras domésticas são homenageadas na Alepe

Aplausos e reforço à luta: trabalhadoras domésticas são homenageadas na Alepe

Nesta segunda (29), a deputada Dani Portela, através da Comissão de Cidadania, Direitos Humanos e Participação Popular (CCDHPP) da Alepe, prestou uma homenagem às trabalhadoras domésticas brasileiras. Por meio de um voto de aplauso à Luiza Batista Pereira, coordenadora geral da Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas (Fenatrad), a profissão foi reconhecida e prestigiada na Casa Legislativa pernambucana.